Vem mover+ Regista-te!

saber+

partilhar
Saúde

Cessação tabágica sem aumento de peso

Por Joana Pinheiro - Nutricionista, publicado em 5 Junho, 2012
POPULARIDADE

A preocupação com o aumento de peso após a cessação tabágica é uma razão pela qual muitas pessoas ainda não tomaram a decisão de deixar de fumar.
A cessação tabágica não é sinónimo de aumento de peso. Apesar de existir uma certa predisposição para o ganho de peso, com o acompanhamento nas consultas de nutrição e respectiva implementação de um plano alimentar personalizado, essa preocupação consegue ser atenuada.
Os malefícios do fumo do tabaco são imensos, entre eles o aparecimento de cancro do pulmão. Já os benefícios da cessação tabágica trazem efeitos positivos comprovados, nomeadamente através da melhoria da função cardiovascular e pulmonar.
Está descrito na literatura uma predisposição para o aumento ponderal entre 5-10kg. Todavia, se ao realizar-se a cessação tabágica existir um apoio para a prevenção e tratamento do aumento de peso, torna-se mais fácil combater este aumento ponderal ou este não se reflectir. Para a obtenção de melhores resultados é fundamental aliar a prática de uma actividade física regular às alterações alimentares propostas. Se fuma, porque não aproveita o início de 2012, para ganhar mais saúde.
Existe uma plataforma de iCoach para os europeus que pretendem deixar de fumar ou manter-se afastados do tabaco "Os ex-fumadores são imparáveis" que podem auxiliar nesta mudança de estilo de vida.
 


Joana Pinheiro - Nutricionista

Licenciada em Ciências da Nutrição (FCNAUP), possui várias especializações na área de Nutrição e Saúde. Gere o blog Nutri Super Health.


nutrisuperhealth@gmail.com

ver mais


VOTA

Deves fazer o login para comentar.
COMENTÁRIOS (0)
PUB

SABER+Saúde

Não te esqueças do protector solar! Nos meses de Verão os raios UVB e UVA são mais intensos e podem provocar o envelhecimento precoce da pele .

outros artigos

especialistas

Desafio saudável

3567 participantes

0 Kg perdidos

0 cm perdidos

12 291 Km percorridos

uma iniciativa
parceiros
O Mover+ não substitui o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.
0.02